23 de abril de 2009

Amor, amor..

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça. Amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
È astro que norteia a vela errante
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfanje não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma, para a eternidade.
Se isto é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare

6 comentários:

elis disse...

oooo amor..coisa que nos rodeia..que nos da vida...srs! adoro seu blog fofix ja te linkei..sempre passo por aqui..srs!

Luan Fernando disse...

O amor, uma coisa que sempre está em pauta em todo lugar a todo momento. E algo que mesmo depois de tanto tempo, até hoje é um misterio.

Bruna Bianconi disse...

William falando de amor é algo que me deixa sem palavras.

Emi disse...

Muito lindo, Willian Shakespeare fez das palavras uma emoção *-*, tão perfeito...
amey seu blog
beijoos

Larissa disse...

Shakespeare é fascinante. E o amor também. esse sentimento de palavrinha tão pequena e significado tão amplo. Então, as duas coisas juntas só poderiam resultar em algo incrível. Gostei bastante. Beijo!

Larissa disse...

Oh, sim! Queria agradecer pelo meme. Vou postá-lo em breve. Beijo, Caá!

Related Posts with Thumbnails