29 de maio de 2009

o tempo


A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.
Mário Quintana

7 comentários:

Luan Fernando disse...

Isso é fato!
Temos que viver a todo momento...

Jey disse...

A unica certeza que temos é que nada é certo. Tudo é passageiro.

adorei!

Maria Fernanda disse...

Pena que o tempo não volta.

Tamires B. disse...

Que lindo o poema...
concordo... o tempo voa. '-'

=*

a má! disse...

Ai que lindo *-* Amei demais !
É o que eu mais tento fazer, viver sem pensar no tempo, sem pensar em nada. Só viver! Mas ultimamente tá complicado :P Quando você ler meu post você vai entender ;)

um beeijo :*

gabriela m. disse...

alguém disse que o tempo era devorador das coisas.
eu acredito¬¬

Tatá disse...

Esse blog, ainda que não tenha textos seus, sempre me faz sair daqui suspirando mais do que o normal.
Delícia :)

Related Posts with Thumbnails